Pesquisar

Gálatas 6:4,5

Gálatas 6:4,5
No final é só você e o julgamento!!

segunda-feira, 25 de junho de 2018

Final Fantasy VII

final-fantasy-vii-cast-1


Esta postagem foi removida pelo Blog e movida para os rascunhos por "ferir direitos autorais" realmente não entendi isso mais dei uma analisada, retirei os links para baixar, todos estavam fora do ar e não se enquadram nessa nova "fase" do Blog, deixando apenas essas duas quem são da versão da Steam quê eles chamaram de  "remasterizada" não entendi já que com alguns filtros no emulador do PSX você tinha resultados melhores... mais é a vida.

Tradução FF7 Remake versão Steam 

Lembrando que é uma tradução, não infligi nenhum direito, pois é distribuída gratuitamente e só altera o idioma do jogo.

Tradução - Mediafire

Final Fantasy VII é um role-playing game (jogo de interpretação de papéis) produzido pela Square (actual Square Enix) e distribuído pela Sony Computer Entertainment como o sétimo título da série Final Fantasy. O seu lançamento original ocorreu em Janeiro de 1997 no Japão na plataforma da Sony, a consola PlayStation. Em 1998, o jogo foi re-lançado para o Windows da Microsoft e em 2009 na PlayStation Network.



O jogo foi o primeiro da sua série a utilizar gráficos 3D, apresentando personagens totalmente renderizadas em paisagens pré-renderizadas. Este também foi o primeiro título da série a ser distribuído na Europa. A produção de Final Fantasy VII começou em 1994 e o jogo estava originalmente planejado para ser lançado no SNES, para mais tarde planejar-se o seu lançamento no Nintendo 64. Contudo, dado que os cartões da Nintendo não possuíam a memória necessária, a Square decidiu lançar o jogo no PlayStation.
A música foi composta pelo veterano da série, Nobuo Uematsu, enquanto que o também desenhista veterano Yoshitaka Amano foi substituído por Tetsuya Nomura.

final_fantasy_7_art

Desenvolvimento

Final Fantasy VII começou a ser desenvolvido quando a Square abandonou a Nintendo em troca da então nova PlayStation da Sony. Segundo a Square, a razão da mudança foi devido às limitações do cartucho usado pelas consolas da Nintendo.
Foi o primeiro jogo da série Final Fantasy a ser desenvolvido para PlayStation, e depois também lançado para PC.
As versões para PlayStation foram produzidas na América do Norte, Europa e Austrália pela Sony Computer Entertainment, e a versão para PC nos EUA pela Eidos Interactive. As versões para Playstation na América do Norte foram bastante criticadas, devido aos erros gramaticais. Para manter fidelidade ao jogo, a própria Square foi quem tratou da tradução de japonês para inglês. A versão para PC teve diversos erros corrigidos.



Esse novo empreendimento da Square em pouco tempo virou febre no mundo todo; vendeu 2,5 milhões de cópias em apenas num fim-de-semana, e 9,8 milhões de cópias até hoje, batendo o recorde de vendas da série e estimulando a venda da PlayStation. É um marco em desenvolvimento técnico e artístico, considerado como um dos jogos mais influentes da história dos videojogos e um dos fatores decisivos que deu à Sony a liderança no mercado.

fto_ft2_82027

Jogabilidade

O jogador controla seu personagem com liberdade para conversar e explorar as vilas e cidades a procura de itens e armas. O jogo também possui vários minigames, que são essenciais para conseguir os melhores itens. No jogo também é possível o personagem sobrevoar pelo mundo através da Highwind, explorar o oceano com um submarino ou andar sobre vários tipos de chocobos. É também permitida a reprodução de chocobos, através da qual é possível obter animais de cores diferentes, cada vez mais rápidos e resistentes nas corridas da Gold Saucer.



As magias, habilidades e invocações são realizadas por meio de Materias. São esferas para serem equipadas nas armas ou armaduras, que possuem espaços para acoplá-las. Cada Materia contém várias habilidades ou magias, e para usá-las e liberar todas é necessário equipá-la e evoluí-la junto com o personagem. Para realizar os movimentos mais poderosos é necessário a combinação de Materias no equipamento.
Não há mais magias ou habilidades específicas de cada personagem, exceto pelos Limit Breaks, ataques especiais e devastadores que só podem ser usados depois de se receber uma certa quantidade de dano. Os Limit Breaks também podem ser evoluídos de acordo com o nível do personagem.

FFVII_materia_buttons_by_pinkfairywand

Materias

Materias são esferas formadas pela solidificação do fluido de Lifestream (fluxo da vida). As Materias são acopladas nas armas e armaduras dos personagens e oferecem habilidades especiais e magias a eles. Existem vários tipos de Materia e cada uma fornece um poder para o portador. O limite de Materia é determinado pelo número de espaços para colocá-las que os equipamentos têm. Existem espaços que são unidos, permitindo combinação de Materias.
As materias quando são usadas em batalha recebem pontos de habilidade (AP) e eles aumentam o nível da matéria, o que provoca aumento na eficiência delas. Quando elas chegam no nível máximo, uma nova materia do mesmo tipo no nível inicial é criada.
Existem cinco grupos de Materia:
  • Magia (verde): Permite que o portador desfira magias comuns.
  • Invocação (vermelha): Permite que o portador invoque criaturas para ajudar nas batalhas por um turno (Summons).
  • Comando (amarela): Permite que o portador use um comando especial como mímica, roubar e manipulação. Existe também a materia enemy skills que permite aprender e usar magias de inimigos.
  • Suporte (azul): Elas são combinadas com outra Materia para melhorar seu efeito através das ligações que os equipamentos podem possuir para combinar duas matérias, como fazer uma magia atingir todos os inimigos, fazer a magia ficar mais forte, etc.
  • Independente (roxa): São Materias que dão habilidades extras ao portador ou ao grupo inteiro, como cobrir automaticamente aliados feridos contra ataques, aumentar poder mágico, atrair Chocobos no campo, etc.
Existem também as Master materias, elas são de três tipos: Magia (permite usar todos os tipos de magia), Invocação (permite usar qualquer invocação) e Comando (permite usar qualquer comando). Elas são obtidas combinando todas as outras do tipo no nível máximo, ou matando Emerald Weapon.

final-fantasy-vii-e3

História

Aviso: Este artigo ou seção contém revelações sobre o enredo (spoilers).
Em Final Fantasy VII, o jogador entra no papel de Cloud Strife, um mercenário a serviço do grupo de ecoterrorismo chamado AVALANCHE, sob a liderança do explosivo Barret Wallace. A primeira missão é explodir um dos reatores de Mako (energia gerada a partir do Lifestream, a "vida" do planeta) da empresa Shinra, que controla boa parte do mundo. Essa exploração do Lifestream está degradando o planeta, mas poucos fazem algo a respeito, pois têm a vida facilitada pela nova energia, fora o forte controle militar exercido pela companhia Shinra.
Cloud já foi um soldado da própria Shinra, mas, por razões desconhecidas de início, deixou a empresa e passou a trabalhar como um mercenário disposto a qualquer coisa, se o pagamento for satisfatório. Ele passa a trabalhar para o grupo AVALANCHE após encontrar sua amiga de infância, Tifa Lockhart, dona de um bar chamado Seventh Heaven em Midgar que serve como esconderijo do grupo.
Com o progresso da história, Cloud, embora sem demonstrar um particular interesse pela causa de Barret, acaba sendo arrastado pelos acontecimentos até tomar conhecimento do retorno de Sephiroth, um grande herói de guerra que havia sido dado por morto no incidente de Nibelheim, há cinco anos. Sephiroth já fora um ídolo para Cloud, mas enlouqueceu por motivos misteriosos, e Cloud sabe o risco que ele representa.
Ao longo do jogo, Cloud conhece uma jovem florista chamada Aerith Gainsborough, uma Cetra, onde nasce um relacionamento entre os dois. Ela entra pra AVALANCHE, e mais tarde novos personagens também participam do grupo.
Muito do que Cloud julgava conhecer revela-se como mentira, com grandes revelações e reviravoltas envolvendo seu passado e outros personagens.

grupo avalanche

Personagens

Aviso: Este artigo ou seção contém revelações sobre o enredo (spoilers).
final_fantasy_vii_pc_cover
  • Cloud Strife (クラウド・ストライフ, Kuraudo Sutoraifu): Nasceu em Nibelheim. Quis ser um membro da Soldier, onde trabalhava Sephiroth que era seu ídolo desde pequeno. Cloud tem um passado obscuro, momentos de sua vida estão escondidos por uma amnésia que nem mesmo ele sabe quando e como começou. Agora como mercenário, se une ao grupo AVALANCHE, e tem uma chance de descobrir segredos sobre seu passado.

Aeris
  • Aeris Gainsborough (エアリス・ゲインズブール, Earisu Geinzubūru): Aeris nasceu em Icicle Lodge. Ela é a última descendente dos Cetra, uma raça superior conhecida como The Ancients. Aeris ainda criança vai para Midgar com sua mãe, que lá morre. Após a morte de sua mãe, Aeris é adotada por Elmyra. Ela se encontra por acaso com Cloud, com quem se une posteriormente para lutar contra Shin-ra.


  • barret 1Barret Wallace (バレット・ウォーレス, Baretto Wōresu): Sua cidade natal é Corel, uma vila destruída pela explosão de de um dos antigos reatores Mako da Shin-ra. Formou e lidera o grupo AVALANCHE na luta contra a Mega corporação Shin-ra que tenta sugar o Lifestream do planeta.


  • tifa00Tifa Lockhart (ティファ・ロックハート, Tifa Rokkuhāto): Tifa nasceu em Nibelheim, mesma cidade de Cloud, e viveu sua infância junto a ele. Foi treinada por Great Zack. Trabalha num bar, esconderijo da Avalanche (da qual também faz parte). Tifa tem como características marcantes ser batalhadora e otimista.



  • RED 00Red XIII (レッドXIII, Reddo Sātīn): Red XIII nasceu na cidade-observatório Cosmo Canyon, onde é conhecido como Nanaki. Assim como Aeris, Red XIII (nome que ganhou junto com uma tatuagem de Hojo, que o usava como cobaia de seus experimentos) também pertence a uma raça poderosa, ambicionada pela Shin-ra. Red XIII tem inteligência superior à dos humanos, o que o torna um personagem essencial no desenrolar da trama.


  • Cid_PortraitCid Highwind (シド・ハイウィンド, Shido Haiwindo): Cid vive em Rocket Town (cidade-testes da Shin-ra para experimentos espaciais). É um engenheiro espacial e ex-piloto da Shin-ra, cujo sonho de voar no espaço ficou distante após o fracasso da primeira tentativa. Cid une-se ao grupo Avalanche, do qual será piloto. Sua participação é decisiva em alguns momentos.



  • -vincentVincent Valentine (ヴィンセント・ヴァレンタイン, Vinsento Varentain): Ex-membro dos Turks, Vincent é encontrado pelo grupo Avalanche dentro de um caixão, na Mansão de Shinra, em Nibelhein. Vincent tem uma forte relação com o passado de Sephiroth, cuja verdadeira mãe é Lucrecia, por quem já foi apaixonado em vida. Experimentos do cientista Hojo causaram tanto a separação quanto a união dessas três personagens da história. Um tanto sombrio, agora ele quer se vingar de Hojo, da Shinra e de Sephiroth.


  • caithCait Sith (ケット・シー, Ketto Shī): é uma dupla formada por um gato que anda em cima de um Moogle (criatura presente nos FF que se parece com um bicho de pelúcia), a quem dá ordens com seu megafone. Trabalha em Gold Saucer, trapaceando as pessoas. Cait Sith é na verdade um espião de Shinra. Ele se infiltra entre os membros da Avalanche e passa informações para Shinra. Mais tarde se arrepende e também entra para o grupo. Sua verdadeira história é desconhecida.


  • Yuffie_kisaragiYuffie Kisaragi (ユフィ・キサラギ, Yufi Kisaragi): Yuffie não tem um comportamento adequado de acordo com os padrões de Wutai (cidade natal de Yuffie, onde imperam as tradições de um clã ninja da qual sua família faz parte). Ela tem o péssimo hábito de roubar pequenas coisas e foi exatamente isso que promoveu o encontro inusitado com o grupo Avalanche, ao qual ela também se une para combater a corporação Shin-ra, que derrotou seu pai em uma revolta originada em Wutai.

  • sei00Sephiroth (セフィロス, Sefirosu): Sephiroth é considerado um dos mais cruéis vilões de RPG. O que se sabe sobre ele é que é filho de Lucrécia (amada de Vincent), mas mais tarde descobriu que foi uma experiência genética de Hojo, e que seu passado remonta a Nibelheim, aparentemente sua cidade-natal. Por causa do passado trágico, Sephiroth pensa ser produto do projeto JENOVA, que tentava criar um humano com poderes de Cetra. Seu objetivo é destruir a Terra em nome da que pensa ser sua mãe morta, Jenova. Com sua espada (Masamune) ele é o símbolo de poder para os cadetes da elite Soldier, até mesmo para Cloud, que o considerava um soldado exemplar.

Crisis
  • Zack Fair: Muito pouco é revelado sobre este personagem no game. Zack é um personagem que tem extrema importância na história de Cloud, Aeris e Sephiroth, mais precisamente nos fatos anteriores à trama que são revelados em flashbacks. Zack é um SOLDIER de primeira classe. Natural de Gongaga saiu de sua vila para se tornar um SOLDIER deixando a casa de seus pais.



final_fantasy_7_logo

Mundo do jogo

Ancients (Cetra)
Os Cetra foram uma raça poderosa que habitou o planeta há milhares de anos. Eram uma raça itinerante, chegavam a um planeta, se instalavam, usufruíam de seus recursos e depois partiam para outro planeta. Essa atividade se dava pela busca da "Terra Prometida" (Promised Land), onde acreditavam que poderiam passar o resto de seus dias. Com o tempo alguns dos Cetra se cansaram de viajar de planeta em planeta e permaneceram no mundo até o fim de seus dias. A raça humana os conhece como Ancients, os ancestrais da vida no planeta. Os Cetra possuíam um conhecimento além da compreensão humana. E esse conhecimento está extremamente ligado ao planeta, o que lhes permitia dominar o Lifestream, a "vida" do planeta, e usar a magia. Esta raça desapareceu do planeta vítima da chegada de Jenova. As últimas Cetra de que se teve notícia foram Ilfana e Aeris. Ilfana foi vítima das experiências do Prof. Hojo. Após a morte de sua mãe Ilfana, Aeris era a última sobrevivente dos Cetra.
Shin-ra
É a única empresa capaz de sugar o Lifestream da Terra e transformá-la em energia através de vários reatores espalhados pelo mundo. Por isso ela monopolizou o comércio de energia e cresceu tanto que não só conseguiu dominar Midgar, como também toda a região, o comércio automobilístico, o exército e ainda fez o Prefeito de Midgar como um mero bibliotecário, sem poder algum na cidade.

jenova

Projeto J-E-N-O-V-A

O projeto JENOVA foi realizado pelo Dr. Gast, então chefe do departamento de pequisas da Shin-Ra. O espécime Jenova foi encontrado na Northern Crater e confundido com um Ancient. O projeto tinha como objetivo recriar um Ancient que controlasse os poderes do planeta. Os experimentos foram realizados em Nibelhein. Uma das células de JENOVA foi implantada em uma moça chamada Lucrécia, que deu à luz Sephiroth.
Final Fantasy VII teve muitas críticas positivas e sucesso comercial estrondoso, estabeleceu vários registros de vendas. Dentro de três dias de seu lançamento no Japão, o jogo tinha vendido 2,3 milhões de cópias. Esta popularidade inspirou milhares de revendedores na América do Norte para atender a demanda pelo título aos públicos. Na semana de estréia do jogo na América do Norte, vendeu em torno de 330.000 cópias, alcançado 500.000 unidades vendidas em menos de três semanas. A dinâmica construída na abertura do jogo estimulou boas vendas durantes semanas e assim continuando por vários meses; A Sony tinha anunciado que o jogo havia vendido um milhão de cópias no continente até ao início de Dezembro, o analista de negócios Edward Williams de Monness, Crespi, Hardt & Co. fez o seguinte comentário, a "Sony redefiniu o novo estilo dos (RPG) em uma categoria ampliando uma alta audiência com o lançamento de Final Fantasy VII". Final Fantasy VII já vendeu mais de 9,8 milhões de exemplares no mundo inteiro a partir de Dezembro de 2005, tornando-se o título mais vendido da série.
Embora a Square Enix tenha feito o anúncio de que Final Fantasy VII seria produzido para a plataforma da Sony em vez da Nintendo, o jogo continua a manter forte seguidores. Está em segundo colocado no "Top 100 jogos favoritos de todos os tempos" sondagem feita pela revista japonesa Famitsu durante Março de 2006, enquanto os usuários do site GameFAQs escolheram Final Fantasy VII como o "Best Game Ever", em 2004 e em 2005 e segundo colocado em 2009.

FF7_x_LBP__Look_what_I_FOUND_by_meru_chan
Críticas
O jogo recebeu elogios de vários críticos mundialmente. A GameSpot comentou que "nunca antes se viu tecnologia, jogabilidade, narrativa sendo combinados em um só, e que poderia ser visto em Final Fantasy VII", manifestação especial a favor dos gráficos belíssimos do jogo para a época, áudio e história. A Jay da IGN insistiu que os camponentes gráficos do jogo estavam fora "anos luz , jamais visto em um PlayStation", e considerou o seu sistema de batalha como seu ponto mais forte. O site RPGamer elogiou a trilha sonora do jogo, tanto em variedade como grande volume, afirmando que " Uematsu tinha feito um trabalho excepcionalmente maravilhoso" e "é talvez a sua melhor composição". Em Janeiro de 2005, foi selecionado pela Electronic Gaming Monthly como o sexto na sua lista dos" 10 mais importantes jogos...que ajudaram a redefinir a indústria de jogos desde 1989...". Citando seu "belo corte de cenas e uma profunda, introspectiva narrativa", alegaram que a "que o jogo da Square foi...o primeiro RPG a superar, em vez de copiar, filme com um boa narrativa". No final de 2007,a revista Dengeki PlayStation elogiou Final Fantasy VII como a "melhor história", "melhor RPG", e "melhor jogo global" nos respectivos prêmios das características retrospectiva sobre lançada no PlayStation original. A GamePro disse que é o décimo quarto jogo mais importante e mais inovadoras no mundo dos vídeo games de todos os tempos.
Apesar das críticas positivas, Final Fantasy VII também recebeu algumas críticas negativas. Como da GameSpy é o sétimo classificado, no seu "25 Jogos mais superestimados" lista feita em Setembro de 2003. A PlayStation Magazine (OPM) questionou junto a GameSpot que o jogo tinha uma progressão altamente linear. A OPM considerou a tradução do jogo "um pouco enlameada" e sentiu que as animações de convocar summons eram "entediante". O RPGamer disse que "o jogo está longe de ser perfeito", citando a sua tradução como" embalado em erros ortográficos e outros erros mais obscuros gerando uma parcela de confusão". A GamePro também considerou a tradução do japonês para o Inglês uma fraqueza muito significativa no jogo, e a IGN considerou a opção de usar apenas três personagens em um momento como "a única falha do jogo"

dog-ffvii

Compilação de Final Fantasy VII

Compilation of Final Fantasy VII é um projeto da Square Enix de criar jogos e animações complementando a história do jogo original.
O final do jogo é muito obscuro, abrindo um leque de possibilidades. Ao contrário dos outros jogos de Final Fantasy, em Final Fantasy VII não aparece a mensagem "The End", no final, isso mostra que a Square tinha planos de fazer expansões para o jogo. Vendo uma possibilidade, a Square anunciou que iria fazer um filme, Final Fantasy VII: Advent Children. Enquanto a data de lançamento não era liberada, outros jogos foram aparecendo. O primeiro deles foi o para celular, Before Crisis. Depois veio o Crisis Core. Para explicar alguns detalhes complicados da história do jogo e o que aconteceu depois do final, fizeram algumas histórias. Até que finalmente veio o tão esperado filme, que concluiu a história de maneira surpreendente. Para finalizar a franquia Final Fantasy VII, foi lançado o Dirge of Cerberus, para PlayStation 2, que não agradou muito. Atualmente existem 6 compilações para Final Fantasy VII:

before_crisis__last_order_final_fantasy_vii_original_ost
  • Final Fantasy VII: Before Crisis - É um jogo lançado para um Mobile, onde o jogador joga com os Turks nos últimos 6 anos dos eventos do jogo principal.
wallpaper-crisiscore-1

Final Fantasy VII: Crisis Core - É um jogo para PSP onde o jogador joga com Zack ( dono da lendaria Buster Sword) quando ele trabalhava como soldado para a Shinra a mais de 5 anos antes dos eventos do jogo Final Fantasy VII começar. É bastante conhecido por ter deixado mais pessoas tocados pelo seu final emotivo.

FFVII last order Animation
  • Final Fantasy VII: Last Order - É um anime de apenas um episódio com duração de aproximadamente 25 minutos que conta o que aconteceu em Nibelheim há 5 anos, mas na versão que a Shinra acredita como aconteceu.
advent-children-1200x700
  • Final Fantasy VII: Advent Children - É um filme feito em Computação Gráfica que conta o que aconteceu 2 anos após o jogo de PlayStation.
vincent-valentine
  • Final Fantasy VII: Dirge of Cerberus - É um jogo de tiro para PlayStation 2 onde você joga com Vincent Valentine, três anos após o primeiro jogo.
LostEpisodeTGS
  • Final Fantasy VII: Dirge of Cerberus: Lost Episodes - É um jogo para Mobile, que é a continuação do Dirge of Cerberus de PlayStation 2.
tumblr_le0mb3D0Jp1qf2au5o1_500




E a novela do Remake quê teve o trailer mais está apagado e ninguém fala mais nada....


terça-feira, 22 de maio de 2018

Está tudo errado com Resident Evil 6


Resident Evil 6, conhecido como Biohazard 6 no Japão (em japonês: バイオハザード 6; transl.: Baiohazādo Shikkusu), é um jogo de vídeo do gênero ação jogado em terceira pessoa desenvolvido e publicado pela Capcom. Apesar do nome é o nono jogo da série principal Resident Evil e foi lançado em 2 de outubro de 2012 para PlayStation 3 e Xbox 360. A versão para Microsoft Windows foi lançada no dia 22 de março de 2013. O game também ganhou uma versão para PlayStation 4 e Xbox One em 29 de março de 2016.

A história é contada a partir das perspectivas de Chris Redfield, membro e fundador da BSAA traumatizado por ter falhado em uma missão; Leon S. Kennedy, um sobrevivente de Raccoon City e agente especial do governo; Jake Muller, filho ilegítimo de Albert Wesker e associado de Sherry Birkin; e Ada Wong, uma agente solitária com ligações aos ataques bio-terroristas pela Neo-Umbrella.


O conceito do jogo começou em 2009, mas começou a ser produzido no ano seguinte sobre a supervisão de Hiroyuki Kobayashi, que já tinha produzido Resident Evil 4. A equipe de produção acabou por crescer e tornou-se na maior a trabalhar num jogo da série Resident Evil. Resident Evil 6 foi apresentado durante uma campanha de divulgação viral na página NoHopeLeft.com.

Resident Evil 6 recebeu Críticas negativas após o lançamento da demo devido aos problemas nos controles e críticas muito diversas devido à mudança drástica da jogabilidade encontrada na versão final do jogo, sendo um ponto de elogio e também de contraste nas diferentes análises. Os sites de críticas agregadas GameRankings e Metacritic deram à versão PlayStation 3 73.55% e 74/100, à versão Xbox 360 69.03% e 67/100 e à versão PC 68.73% e 68/100, respectivamente. Apesar de não ter sido bem recebido tanto pela imprensa especializada como pelos jogadores, Resident Evil 6 vendeu mais de 5.2 milhões de unidades, tornando-se o terceiro jogo mais vendido da Capcom, depois de Resident Evil 4, Resident Evil 5 e Street Fighter II.







Um forte abraço e ótimas risadas!!
DarkCet
Fontes:

sábado, 12 de maio de 2018

Jiraya Mito - Conselho Sobre Política!!!!



É um dos comentários mais TOP quê já vi, me senti assistindo UP quando Ellie fala quê a América do Sul fica na América só quê no sul... e muita gente não sabe disso, acredite, eu sinto como se tivesse recebendo um tapa na cara quando um jornalista de prestigio fala "os americanos", ele está falando dos americanos de dentro dá América, então tem quê identificar "os norte-americanos, Os Sul-Americanos" Os únicos quê podem dizer somos Americanos e galera do Centro, quê eu sou muito fã, quê está cagando e andando para isso enquanto o pessoal do norte quer monopolizar, querendo quê só eles sejam chamados de Americanos e quem pode ser chamado assim não está nem ai para isso. E isso é muito, mais muito legal.


É muito bom ouvir um comentário desses e o Comentário de Jiraya tá muito show, um comentário realmente profissional.
Vale a pena ver essa opinião, sendo quê praticamente é a minha opinião, sendo que reforço, quem perdeu tem que correr atrás e quem ganhou tem que se empenhar ainda mais, por que quem perdeu está vigiando e no Brasil como nosso sistema é incompetente e é um sistema quê favorece os corruptos, quem ganha tá com "a faca e o queijo na mão e quem perde corre atrás das migalhas" e o povo quê se lasque. 
Infelizmente isso é um reflexo do próprio povo então não tem como inventar uma desculpa, por ser o reflexo do povo, não há o quê questionar ou reclamar. Tem gente que escolhe em quem vai votar na boca da urna, pega os panfletos, joga para cima e quem for o sorteado vai ser votado. Só quê se você não leva uma coisa a sério você não pode cobrar seriedade dessa mesma coisa é simples assim.
Mais quem sabe o Brasil algum dia não toma jeito né! Fé e esperança nunca é de mais.


Tem muita coisa quê eu gostaria de ver Youtubers comentando, eles sáo criadores de conteúdo ou seja eles criam conteúdos e mudam ideias e eu vejo a maioria muito quieta, não todos tem o Canal do Otário, Zangado entre outros. Mais a maioria não tem lado pode acontecer o quê for nada é dito. É muito chato isso, imagine um Whindersson Nunes da vida com milhões de seguidores, imagine se ele Upa um video, não sei se ele já fez isso só estou montando um exemplo, sobre um candidato que ele assistiu o programa eleitoral que ele se identificou e gostou muito das ideais desse cara... Imagine a repercussão disso, imagine o alcance disso.
Infelizmente a galera quê cria conteúdo, não está moldando conteúdo ou seja não estão tentando mudar ou melhorar não só a vida deles mais de quem acompanha também, gente quê espera por um exemplo positivo e enquanto isso tem muitos vídeos idiotas com pessoas fazendo coisas erradas com milhões de visualizações e LIKES é likes como você vê um video de um cara danificando uma placa de trânsito, você já está errado só por isso e ainda dá um like, você gostou daquilo???
Tá complicado...


Gostei muito desse comentário, está TOP e espero quê quem assistiu tenha tocado no coração, quem vai assistir que abra os olhos por quê moramos aqui e enquanto estiver essa politica de "quem perdeu corre atrás para atrapalhar quem ganhou", quem leva a pior é a gente, o povo, não adianta o cara está lá a quatro anos e só três meses antes das eleições ele fazer alguma coisa e isso eu canso de ver aqui em Salvador/BA, a memoria do povo é ela é muito, muito, muito fraca o cara ficou quatro anos e não deu um prego ne uma barra de sabão, nem lá ele ia, quando tinha algo importante ele ia dava o "migué" e voltava e povo não está nem ai, parece que vivemos na época dos coronéis, onde ficava um cara armado do lado da mesa para ver em quem você ia votar. "Aqui é o curral eleitoral de fulano, quem entra só vota nele" e o Brasileiro continua se comportando do mesmo jeito.
Mesmo as coisas mudando, mesmo agora os eleitos sendo funcionários do povo, a mentalidade não mudou, ainda não perceberam quê aquela época acabou, se eleger não é mais um status de poder. Nós pagamos o salário deles, apesar de como está o nível da politica hoje em dia onde o salário deles é "irrisório" as propinas, os favores, as mesadas são muito maiores. Eles ficam só mamando do povo, desvia daqui, recebe uma ajuda dali e você acaba vendo um eleito quê não tinha onde cair vivo, morto você cai em qualquer lugar, no segundo mandado já ter fazendas, mansões coisas que virtualmente inacessíveis para o salário, mesmo com ajudas que sinceramente não sei para que tanta ajuda oficial, ter. Seria possível com um cara muito cabeça no seu décimo quinto mandado, mais instantâneo. É complicado...
Assistam o Video, Assistam o Video. Nas fontes vai estar o link do video para voce assistir na integra.



Um forte abraço!!
DarkCet


Fontes:

quinta-feira, 10 de maio de 2018

Titan Souls na Promoção!!!


Essa imagem traduz meu sentimentos por esse jogo, só quê não desisto, vou dou uma volta no bairro e volto para sofrência novamente.
KKKKKKKKKKK
É a vida...
Ele está ne um preço excelente. R$6,24. Não é um jogo caro ele está de R$24,99 e a versão Edição de Colecionador está de R$8,74, mais só até dia 14/05 e  Oddworld: Abe´s Oddysee está no 0800 por tempo indeterminado.


Aproveitem!!
Boa jogatina!!
DarkCet

sexta-feira, 4 de maio de 2018

Maquininha Mercado Pago com R$50,00 de Descont0

 

Por tempo indeterminado está rolando essa promoção, aproveite pode acabar a qualquer momento!!
Não perca, esse desconto foi gerado na minha conta do MP ou seja 100% seguro.


As melhores tarifas do mercado
Cartão de débito: 2,29%
Cartão de crédito: a partir de 3,03%

Dinheiro disponível na hora
Para todas as suas vendas com débito e de acordo com a tarifa que escolher para crédito.

Sem aluguel nem taxa de adesão
Com o Mercado Pago Point você só paga quando vender!

Não precisa de conta bancária
Você pode usar o dinheiro das suas vendas com o nosso cartão.


Como funciona o leitor de cartões Point Mini? 

Baixe o aplicativo do Mercado Pago e crie uma conta grátis ou use a sua do Mercado Livre.

Conexão
Utilize o app para conectar a sua maquininha ao seu celular ou tablet e pronto! Você já está preparado para vender onde quiser!


Cartões e parcelas
Ofereça aos seus clientes a opção de pagar com cartão e parcelamento sem acréscimo. Dê aos seus compradores ainda mais motivos para comprarem com você.

Retirada de dinheiro
Você receberá os pagamentos na sua conta do Mercado Pago e poderá usá-los com o nosso cartão ou retirá-los para uma conta bancária. O dinheiro é creditado em 1 dia útil.


Use o dinheiro das suas vendas com o cartão Mercado Pago
Comprando a maquininha, nós a enviamos grátis! Não tem custo de emissão, manutenção ou anuidade.

Compre onde quiser
Em qualquer loja física ou online, do Brasil ou exterior, com Mastercard®.

Não precisa de conta bancária
O valor será debitado da sua conta do Mercado Pago.

Saque a qualquer hora
Em caixas eletrônicos ou lotéricas.

Estou disponibilizando esse link onde onde você terá um desconto de R$50,00 direto,  sem rodeios o link foi gerado na minha conta do Mercado Pago ou seja é um presente meu para vocês, eu ajudo e vocês me ajudam também. Vem com o cartão pré o que possibilita o uso do dinheiro em conta.
Serve para todos, para quem  quer adquirir, para quem quer pegar outra é o reforço quê estava faltando para facilitar para seus clientes e amigos possibilitando mais formas de pagamento.
Não perca essa oportunidade!

Um forte abraço e boas Vendas!
DarkCet

Fontes: